Os Especialistas são mais lembrados – Seu trabalho Artesanal

porAdm

Os Especialistas são mais lembrados – Seu trabalho Artesanal

Os Especialistas são mais lembrados – Seu trabalho Artesanal

É sabido que artesãos são compulsivos quando se trata de compra de material artesanal, assim como, para querer aprender toda e qualquer técnica artesanal que surja pela frente.

Como sempre dizemos, “O saber não ocupa espaço”, e sim, ter bastante conhecimento de técnicas artesanais vai te fazer um profissional mais completo. Só sugerimos que isso não seja levado a ferro e fogo quando você precisa viver da renda do seu trabalho artesanal.

E porque falamos isso?

A lista de tarefas de um artesão que trabalha home office é gigantesca, ele precisa além de criar e conhecer técnicas artesanais, ter um leque de conhecimentos do mundo dos negócios, como compra, venda, divulgação, fotografia, redes sociais, etc…

E você se ainda não chegou a essa conclusão, assim que começar a lidar com o marketing e divulgação de seus produtos, vai descobrir que precisa “achar seu cliente”, e que isso não é uma tarefa simples, nem rápida e muito menos barata….

Quanto mais você afunilar essa busca, mais vai perceber o trabalho e o custo disso. Vamos a um exemplo?

Imagine que você decidiu trabalhar com produtos para bebês recém nascidos, sendo assim sua cliente em potencial são as gestantes certo? A partir dessa decisão, você terá que definir detalhes, que farão sua estratégia de divulgação ser mais eficiente como:

Em que fase da gestação essas futuras mamães iniciam a compra dos produtos que você vende?

1º, 2º ou 3º trimestre?

Imaginando que ela só vai se preocupar com a compra desses ítens que você vende no 3º trimestre e você lançou uma divulgação paga no facebook e ele entregou a qualquer gestante, voce literalmente jogou dinheiro fora, pois as mamães que estão no 1º e 2º trimestre, podem até ter gostado do produto mas deixaram a tomada de decisão para depois , afinal não é o momento ideal para isso.

E a pergunta que fica é, quantas delas lembrarão de você meses depois??

Esse é um dos exemplos, vamos a outro?

Qual a classe social da gestante que teria poder aquisitivo para comprar os ítens que você vende?

Pensando nisso, suas prováveis clientes gestantes tem o perfil de usuária de qual rede social? Ela está em qualquer uma das que existem hoje? Onde você deverá focar seu investimento em divulgação para ser mais eficiente?

Vamos agora a outra situação, a dos materiais que você consome para sua produção.

Quando você trabalha com várias técnicas artesanais ao mesmo tempo, o quanto você precisa investir em compra de material? O quanto disso tudo está ficando parado em seu ateliê?

Quando você produz por exemplo uma boneca para a cliente A, um kit berço para a cliente B e uma peça em biscuit para a cliente C, seu trabalho rende do mesmo jeito de quando produz em série, um mesmo produto, com uma mesma técnica? Quanto tempo você leva nessa produção de peças únicas com materiais e técnicas variadas? Você lucra com isso ou faz para não perder venda e se arrepende depois quando vê que o que ganhou não cobriu seu trabalho?

Se você foca em uma técnica específica, você não só consegue bons preços de materiais pela quantidade que compra, como produz mais rapidamente seu estoque, como também se torna cada vez mais especialista no que faz e consequentemente começa a ser reconhecida e lembrada quando alguém precisa do seu produto!

Isso não te impede de vez ou outra inovar e trazer alguma outra técnica que agregue valor a uma nova coleção que você lançar e coisas do tipo, aliás falamos disso nesse post AQUI.

Nada de ficar “engessada”, criar é a mola-mestre de todo artesão e em todos os sentidos!!

 

Sobre o Autor

Adm administrator

Deixe uma resposta

Universidade do Artesanato